Série Cristãos Invisíveis // #05 Máquina do Bem

0

Enquanto alguns estampam a cruz no peito, outros acreditam que o melhor lugar para ela seja sobre os ombros e a carregam de forma silenciosa e criativa. Através de movimentos, plataformas e business, levam o cristianismo em forma de valores sólidos. É exatamente isso que queremos mostrar na nossa série Cristãos Invisíveis  – iniciativas lideradas por cristãos.

Existe uma divisão gnóstica sobre o sagrado e o profano, que embora seja do século passado, ainda permeia o cristianismo nos dias de hoje, com uma a ideia de quem trabalha dentro das quatro paredes da igreja agrada mais a Deus do que quem serve a Cristo em outras esferas da sociedade, servindo como um ponto de interrogação na mente de muitos cristãos. É exatamente isso que queremos desmistificar na nossa série Cristãos Invisíveis – iniciativas lideradas por cristãos.

Enquanto nossa imagem perante a mídia e a sociedade anda bem rabiscada, essas iniciativas são elogiadas e envolvem cada vez mais pessoas ao compartilharem ações, conhecimento e intenções que fortalecem desejos comuns ao invés de contra atacarem os que pensam diferente de nós. É exatamente isso que queremos divulgar na nossa série Cristãos Invisíveis – iniciativas lideradas por cristãos.

No fim, você vai perceber que em todas as publicações da série a pergunta “Como você enxerga o evangelho aplicado no seu projeto?” se repete, afinal essa foi nossa principal intenção – expor o evangelho que existe por trás da causa.

Além de acompanhar as postagens, você também pode sugerir projetos através nosso contato 🙂


#05 // Cristãos Invisíveis, post de hoje:

Máquina do Bem

tc1

O evangelho do Reino somos nós cristãos cooperando com Cristo para colocar ordem no caos.

Fundador: Thiago Crucciti

Sobre a startup:  Duas linhas são suficientes para definir o que é a Máquina do Bem:  “uma start-up do setor 2.5 que está a quase dois anos produzindo tecnologia e ideias para acelerar doações.”

Caso desconheça, 2.5 é o setor voltado ao empreendedorismo social, ou seja, empresas e startups que tem como principal objetivo gerar renda solucionando problemas de impacto social. Falamos sobre esse assunto no post  Empreendedores sociais: o futuro da economia.

tc2 Thiago Crucciti, CEO e Fundador da Máquina do Bem

 

Em 2015 a Máquina ganhou o 28º MARKETING BEST com uma celebração que engajou as redes sociais: o case em prol da AACD, através do seu projeto mais conhecido, o Aniversário do Bem. Uma plataforma de arrecadação de verba criativa para ONG’s. Funciona da seguinte forma, no dia do seu aniversário você escolhe uma causa, um projeto e estipula o valor do presente, depois customiza seu perfil e compartilha com sua rede de amigos. Ao final da campanha, seus presentes (doações) são repassados automaticamente para o projeto escolhido.

É uma maneira divertida de protagonizar doações para projetos que muitos conhecem, mas poucos colaboram de forma direta e recorrente.

Já teve muita gente comemorando o aniversario dessa forma, Neymar, Sandy, Luan Santana, Sabrina Sato, porém este mês eles bateram o record de arrecadação com um aniversariante de 40 anos, Vinicius Macedo que arrecadou mais de  29 mil reais de para a AACD.

Além do Aniversário do Bem, a Máquina tem também o Presente do Bem, que segue a mesma proposta, mas estende a possibilidade para que Anjos Sociais (como eles chamam os participantes) invistam em projetos sociais voltados à educação, saúde, empreendedorismo social, esporte, arte e cultura – comemorando outras datas além do aniversário. E em breve lançarão mais dois projetos internacionais, com o propósito de solucionar cada vez mais problemas sociais.

Por trás de cada plataforma existe a mensagem que é “melhor dar do que receber”. Só com isso já é possível perceber como o evangelho é aplicado na Máquina, mas a pergunta principal da série foi feita e a resposta vai além das duas linhas:

 

Como ele enxergam o evangelho aplicado na Máquina do Bem?

O evangelho do Reino somos nós cristãos cooperando com Cristo para colocar ordem no caos. A Máquina do Bem é uma ferramenta, um canal para que pessoas possam ser protagonistas de uma transformação, cooperando com ONGs que estão cuidando dos mais necessitados. Nós desde o início, pensamos em criar um projeto que potencializasse o coração de quem quer fazer algo, mas não sabe como. E ao mesmo tempo impulsionar essas ONG’s. O desejo de criar algo nesse sentido é porque sou um cristão, talvez se eu não fosse, iria empreender em outras áreas, mas o fato de ser cristão me fez querer ter um negócio voltado a ajudar outras pessoas. Acredito que ligado mais diretamente ao evangelho, é proporcionar a experiencia e generosidades, enfatizando que é melhor dar do que receber. É comum a gente ouvir dos participantes do Aniversário do Bem que foi o melhor aniversário da vida deles, acredito que por trás está a sensação de generosidade, que deixa a pessoa feliz em contribuir com o próximo, além de ver como Deus atua nessa lógica e nesses momentos generosidade.

tc3

screen23

screen

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?