Série Cristãos Invisíveis // #04 Holy Burger

4

Enquanto alguns estampam a cruz no peito, outros acreditam que o melhor lugar para ela seja sobre os ombros e a carregam de forma silenciosa e criativa. Através de movimentos, plataformas e business, levam o cristianismo em forma de valores sólidos. É exatamente isso que queremos mostrar na nossa série Cristãos Invisíveis  – iniciativas lideradas por cristãos.

Existe uma divisão gnóstica sobre o sagrado e o profano, que embora seja do século passado, ainda permeia o cristianismo nos dias de hoje, com uma a ideia de quem trabalha dentro das quatro paredes da igreja agrada mais a Deus do que quem serve a Cristo em outras esferas da sociedade, servindo como um ponto de interrogação na mente de muitos cristãos. É exatamente isso que queremos desmistificar na nossa série Cristãos Invisíveis – iniciativas lideradas por cristãos.

Enquanto nossa imagem perante a mídia e a sociedade anda bem rabiscada, essas iniciativas são elogiadas e envolvem cada vez mais pessoas ao compartilharem ações, conhecimento e intenções que fortalecem desejos comuns ao invés de contra atacarem os que pensam diferente de nós. É exatamente isso que queremos divulgar na nossa série Cristãos Invisíveis – iniciativas lideradas por cristãos.

No fim, você vai perceber que em todas as publicações da série a pergunta “Como você enxerga o evangelho aplicado no seu projeto?” se repete, afinal essa foi nossa principal intenção – expor o evangelho que existe por trás da causa.

Além de acompanhar as postagens, você também pode sugerir projetos através nosso contato 🙂


#04 // Cristãos Invisíveis, post de hoje:

Holy Burguer

holyburguer

Outro detalhe é que todas as quartas temos um tempo com eles de ministração da Palavra.

Fundadores: Filipe Fernandes, Gabriel Prieto e Marcus Vinicius

Sobre o restaurante:  Quem vê a pequena hamburgueria na Rua Dr. Cesario Mota Jr, 527 ou nas páginas de sites e revistas como a Veja SP, Casa Vogue, Estadão  (como a hamburgueria do momento, santo sabor, indicação da semana e afins), não imagina o tamanho da causa que existe por trás de cada hambúrguer vendido.

Enquanto muitos projetos visam o lucro e a estabilidade financeira para destinarem recursos a projetos sociais, o Holy Burguer seguiu o caminho inverso. Eles começaram fazendo hambúrguer na igreja, após os cultos de domingo a noite, para juntar recursos para uma viagem missionária no Peru. Foram seis meses nesse ritmo, venderam cerca de 200 hambúrgueres por domingo.

Nesse meio tempo, surgiu o convite para participarem do SP Burger Fest. Eles toparam e venderam mais de 1800 lanches nos três sábados de evento. Com isso, conseguiram levantar os recursos para a viagem missionária com 40 voluntários, por 20 dias. Quando voltaram, decidiram abrir a hamburgueria, para alegria geral dos paulistanos!

holy burguer1

O cardápio segue a linha “pouca quantidade, muita qualidade”, mas agrada desde o vegetariano até quem curte o lanche mais recheado possível, incluindo geleia e queijo brie (ingredientes do lanche da casa, o Jelly). Para fechar o pedido com satisfação, dá pra escolher entre pudim de leite condensado servido na lata ou pedaço de bolo de chocolate meio amargo.

No Facebook, eles comunicam as delicias do cardápio com um tom bem humorado, compartilhando e comemorando cada citação em sites e revistas de gastronomia, além de publicar vídeos do chef da casa ensinando as receitas exclusivas no Cheftime e em teasers do Burguer Fight, que é uma batalha de hambúrgueres que vence o melhor hambúrguer votado pelo público presente no evento.

O nome Holy, além de significar santo em inglês, veio da expressão Holy Shit, que significa “muito bom” (quer dizer, uma tradução suave hehehe) e realmente faz total sentido se você comer sem culpa.

 

Como eles enxergam o evangelho aplicado no Holy Burger?

O Holy Burger é uma hamburgueria que reverte 10% dos recursos para dois projetos: o Extreme Impact (que foi pro Peru e que existe há 11 anos) e a Escolinha Um Novo Tempo, que existe há seis anos e atua na Bela Vista, com aulas de futebol, ballet e circo. Além disto, 50% dos nossos funcionários são missionários cristãos que precisam trabalhar para arrecadar recursos para seus ministérios. Outro detalhe é que todas as quartas temos um tempo com eles de ministração da Palavra. Gabriel Prieto

Alguns clientes já presenciaram esses momentos de oração e a equipe do Holy Burguer ajudando moradores de rua, mas a intenção deles não é expor essas atitudes ou falar abertamente sobre o cristianismo com todos os clientes da casa. Focam em atender bem, com qualidade e simpatia e incluem os que passam por ali em suas orações.

cardapio

holy6

holypudim

holy4

holy1

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?