Quando alcançar seus sonhos não te faz feliz

0

Durante os últimos três anos, eu sonhava em ser missionária na República Dominicana. Fiz uma viagem de curto prazo para lá, na primavera de 2014, vivia em uma casa segura para a situação local: meninas resgatadas, constante mudança, ambiente intenso, campo de batalha…

Quando voltei para os Estados Unidos, comecei a orar pedindo que o Senhor me levasse novamente para aquele pequeno país caribenho. Um pouco mais de um ano depois da minha primeira visita, os meus planos se concretizaram e comprei uma passagem só de ida para a República Dominicana. “É isso aí!”, Pensei, “Este é o meu sonho! Isto é o que eu tenho orado todos esses anos. O Senhor realmente respondeu às minhas orações. ”

Passaram alguns meses em minha vida, na República Dominicana, e uma coisa era certa: viver este sonho era completamente diferente do que eu esperava. Fazia coisas que nunca pensei que iria fazer e duvidava se realmente era o que Deus queria para a minha vida.

Muitos de nós já nos encontramos nestes momentos de completa confusão e pânico. Talvez, depois de anos de espera, finalmente, Deus responde o que você estava orando e acreditando nEle para realizar. Mas uma vez que você chega onde queria, se pega esperando sentir a paz e a confirmação novamente.

Ao examinar mais profundamente os meus sentimentos e frustrações, acredito que há algo que Deus quer dizer a todos nós quando estamos nos perguntando: “Se isso é o que eu sonhava o tempo todo, por que eu estou sentindo como se eu tivesse fora do plano? ”

Se você acabou de se casar com o amor de sua vida, passou na faculdade que achou que nunca iria entrar, recebeu a tão esperada promoção ou iniciou o empreendimento dos sonhos, mas agora tudo parece sem sentido e você se sente insatisfeito, Deus tem uma perspectiva para nós que vai trazer à luz o que está sendo escondido pelos nossos equívocos e emoções. A seguir compartilho com vocês quatro verdades que reflito quanto estou nesses momentos:

1. Não se apoie em seu próprio entendimento

“Confia no Senhor de todo o teu coração e não se apóie em seu próprio entendimento, reconheça-O em todos os teus caminhos e Ele vai fazer o seu caminho reto” (Provérbios 3: 5-6).

Mesmo com o poder do Espírito Santo trabalhando dentro de nós, temos de vir ao Senhor e buscar redirecionamento para que nossas mentes possam ser renovadas (Romanos 12: 2). A Escritura diz que já temos a mente de Cristo (1 Coríntios 2:16) e por isso podemos discernir espiritualmente o que o Senhor está falando e ensinando. Quando nos encontramos neste lugar de descontentamento e mal-entendidos, precisamos chegar com humildade e ouvir a Sua voz, a fim de receber a instrução e sabedoria.

Certamente, há muito que não podemos ver que Ele pode, mas isso não significa que o Senhor está escolhendo para nos deixar no escuro. Dentro deste versículo encontra-se uma promessa: que se confiarmos nossos caminhos ao Senhor, vamos ter paz e consciência de que  Ele nos incumbiu de fazer.

2. Lembre-se de quem você é

Creio que muitos de nós caímos nessa cova de dissolução mesmo quando estamos “vivendo o nosso sonho”, porque temos a grave necessidade de controlarmos nossa identidade.

Coisas que valem a pena também são difíceis. Mesmo quando estamos perseguindo o que sentimos que Deus está nos chamando para realizar, é fácil ficar desanimado pela dificuldade. Mas não podemos deixar que as nossas deficiências e áreas de crescimento nos tirem de quem Deus diz que somos e do chamado que Ele colocou em nossas vidas. O Espírito Santo vai mostrar, comunicar e trabalhar de forma que só Ele pode.

Temos uma grande segurança como cristãos. Se realmente vivermos como filhos de Deus, acreditando que quando o Pai nos vê, Ele vê Seu filho, nossa segurança em Deus nunca pode ser quebrada. O problema é quando tentamos encontrar a nossa identidade no que estamos fazendo, nas  nossas habilidades ou conquistas, ai sempre haverá a sensação de vazio e desânimo. Nenhuma dessas coisas definem quem somos ou podem ditar se temos a capacidade de continuar a perseguir os nossos sonhos. Ninguém pode nos desqualificar, nem nós mesmos.

3. Quando somos fracos, somos fortes

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte”. (2 Coríntios 12.10)

Esta pode ser uma das verdades mais difíceis de aceitar, como seres humanos, nós não queremos ver a nós mesmos como incapazes ou em necessidade. Mas o fato é que Deus tem uma visão completamente diferente sobre a fraqueza do que a que o mundo nos deu. A coisa bonita sobre a nossa fraqueza é que temos acesso completo ao poder, presença, autoridade e Espírito de Deus em todos os momentos, sem falhar.

Quando reconheço que sim, estou fraco, oprimido posso finalmente afirmar que  não consigo fazer nada sem que o Espírito Santo seja meu exemplo e guia.

4. Não desanima

Em Gálatas, Paulo compartilha, “Para aquele que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção, mas o que semeia no Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. E agora não nos cansemos de fazer o bem, pois a seu tempo ceifaremos, se não desistirmos.” (Gálatas 6.8-9)

Nesta passagem, nos é mostrado que, se o nosso trabalho é pelo Espírito, tem significado eterno, mesmo que nem sempre podemos ver os resultados imediatos. É verdade que nossos sonhos podem não ser o que esperávamos que eles fossem, mas à medida que avançamos no que Deus nos levou a fazer, Ele vai nos usar.

Ajustes são normais, a mudança leva tempo e o que nós esperávamos nem sempre é o que parecia antes de chegarmos lá. Mas isso não significa que ele não veio de mãos do Pai. Não perca o coração naquilo que você sonhou e onde o Senhor te trouxe. Ele vai trazer correção e redirecionamento, bem como a compreensão enquanto segui-lo nesta nova temporada e aventura.

 

 

Original aqui

 

 

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?