O que líderes de louvor desejam que seus pastores saibam

0

Há algum tempo atrás publicamos o artigo O que os pastores nem sempre falam, mas desejam que os líderes de louvor saibam escrito por Bob Kauflin. Hoje queremos apresentar o outro lado da moeda, ou seja, aquilo que os líderes de louvor desejam que seus pastores saibam.

Se você é um líder de adoração congregacional (ministro de música, líder de louvor ou o cara da música) você deve fazer tudo o que puder para expressar apoio, incentivo e agradecimento para o seu pastor. O incentivo é o oxigênio para a alma, e “doçura da fala aumenta a capacidade de persuasão” (Pv. 16:21). Além disso, mensagens como essas não se aplicam a todas igrejas. Esta é uma conversa inicial, não sabemos de todas as coisas e cada igreja tem o seu contexto.

Aqui estão algumas coisas que pastores podem perder ou esquecer de trabalhar com seus músicos.

1. Comunicação com antecedência torna um culto edificante e mais unificado.

 

Provérbios 15.22; 21.5
A comunicação ajuda se eu souber antes da reunião que você (pastor) quer que eu faça, em vez de mais tarde ou em cima da hora. Quanto mais cedo eu souber o que você irá pregar, melhor preparado eu estarei.
A igreja vai se beneficiar se houver coordenação e comunicação prévia.

2. Encorajamento, avaliação consistente e específica me fará um líder melhor.

Hebreus 3.13; Provérbios 9.9
Vou crescer se eu sei que estou fazendo as coisas para servir você e a igreja. As palavras “Bom trabalho” funcionam, afinal é melhor do que não dizer nada, mas não é tão bom como dizer que estou sendo útil e como Deus está trabalhando na igreja através de mim.
Para o crescimento eu preciso saber o que estou fazendo de errado, poderia fazer melhor, ou deveria parar de fazer.
Sem dizer nada por longos períodos de tempo ficarei tentado a pensar que o que eu faço não é importante ou quem sabe desnecessário.

3. Deus deseja que a música seja um meio de ensino.

Colossenses 3.16
O que eu faço é mais do que aquecer as pessoas para o sermão, preencher o tempo, ou levá-las emocionalmente a um estado de êxtase. Você vai servir a igreja e obviamente a Deus se você relacionar as músicas com a sua pregação.
Uma coisa importante é que a sua música favorita pode não ser a melhor para a igreja para cantar.

4. Seu exemplo e engajamento quando cantamos diz muito não só sobre o seu apoio a mim, mas sobre o seu coração para louvar a Deus com a igreja.

Não parece bom para ninguém quando você usa regularmente o tempo de louvor para rever suas anotações do sermão, verificar seu e-mail, ou ficar distraído. Humanamente falando, você é o “adorador líder”  da igreja local. Às pessoas raramente se elevam acima do exemplo como o do pastor, afinal você é uma grande referência para elas, não há como negar isso.

5. Quando eu sei que tenho a sua confiança eu vou liderar de maneira mais eficaz.

Nós somos parceiros, não concorrentes! Eu quero a sua liderança, mas ficar gerenciando nos mínimos detalhees o que eu faço tende a afetar negativamente o meu desejo de tomar a iniciativa.
Vou liderar melhor se você me der oportunidades para ganhar sua confiança. Se houver razões que você não pode confiar em mim, por favor me diga.

6. Você não precisa ser musicalmente treinado para me ajudar a fazer o que eu faço melhor.

O fato de eu conhecer sobre música não significa que eu sei agir como um pastor, como se comunicar de forma eficaz, ou como fazer conexões teológicas. Se algo não soa bem para você, eu preciso e quero saber. E se você nunca dizer, fica mais difícil de harmonizar as coisas. Nem você nem eu ganhamos algo com isso.

7. Seria bom o nosso relacionamento com a igreja se, ocasionalmente, fizermos as coisas em conjunto; ou seja, participar em conferências, retiros, e até mesmo orar juntos.

Eclesiastes 4.9-10
Eu não quero te prejudicar por tentar liderar em áreas que não estou totalmente convencido, não entendo, ou não tenho pensado a respeito. O ministério será mais eficaz se eu tiver tempo para conversar com você. Eu preciso e quero a sua perspectiva sobre temas ou áreas que são comuns nas conversas e reuniões da igreja.

8. Quando você incentiva e presta atenção para os membros da banda você constrói confiança.

Músicos, como todo mundo, melhoram em um ambiente de encorajamento.
Suas palavras de agradecimento tem mais peso do que você pode imaginar e isso irá colaborar para que os músicos sirvam com mais alegria e intensidade na igreja.
Como músicos sabemos que você está ciente do tempo que investimos para ensaiar, vamos responder mais prontamente quando você tem mudanças e sugestões a serem feitas.

9. Eu prefiro saber que você é um pastor e amigo muito mais do que um gerente ou supervisor.

Um café ou um almoço durante a semana, um e-mail perguntando sobre a minha vida constróem um longo caminho de confiança. Você pode pensar em mim como um empregado (se você vê assim), mas Jesus está construindo uma igreja, não um negócio. Se você me der uma responsabilidade significativa na liderança da reunião todos os domingos, será um meio para você também me conhecer melhor.
Uma unidade relacional também revela a glória de Deus mais do que um serviço de bem-produzido e executado por líderes que são amargos uns para com os outros ou que mal se conhecem.

10. Se eu sou um voluntário, eu posso não ter tempo para fazer tudo o que você quer que eu faça.

Eu não sou um membro da equipe em tempo integral, e você provavelmente terá que reduzir as suas expectativas sobre mim. Quero servir a você e a igreja, mas preciso manter a minha família como prioridade e você pode me ajudar nisso.

11. Incluir um bom equipamento de som, projeção e iluminação no orçamento comunica seu apoio e serviço a igreja.

As coisas se desgastam e quebram, a tecnologia melhora, e nós podemos obter mais por menos do que antes. Alguns problemas só podem ser resolvidos usando dinheiro. Me desafie (no bom sentido) se você acha que meus objetivos são irrealistas, mas vamos pelo menos ter uma conversa e dependendo do caso, pelo menos um equilíbrio nós podemos encontrar visando sempre o bem maior da comunidade.

Eu espero e desejo que este post venha a servir como um ponto importante para pastores e líderes de música. Onde ambos cavem o mais fundo buscando encontrar meios de como servir de maneira mais eficaz a igreja, glorificando a Deus.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?