O lado espiritual do sono

1

Dormir pode ser uma das coisas mais espirituais que você pode fazer. Controverso? Definitivamente. Verdade? Eu acredito que sim.

Ouvi pela primeira vez esta citação de John Ortberg, um pastor da minha igreja, há alguns anos, e eu ainda penso sobre isso. A igreja estava falando sobre o sono, e eu achei interessante e, de certa forma, revolucionário.

O mundo médico parece reconhecer a importância do sono muito antes da Igreja. Eu sou médica e estou constantemente conversando com meus pacientes sobre a importância de estarem descansados. As pessoas que não dormem bem são mais propensas a pegar vírus, lutam com ansiedade, depressão e muitas vezes têm problemas com o peso. Além disso, a fadiga pode afetar o nosso foco e concentração, resultando em profissionais e estudantes que são incapazes de realizarem seu pleno potencial. O cansaço afeta profundamente questões físicas e emocionais.

Mas o que eu acho fascinante, embora tenha discutido com menos frequência, é o lado relacional e espiritual de insônia. Eu vejo isso na minha própria vida. Quando não descanso bem, meu cansaço afeta minha capacidade de demonstrar amor pelo meu marido e qualquer outro que cruze comigo.

É difícil ser gentil, paciente e ter autocontrole quando se está um bom tempo sem dormir. E meu relacionamento com Deus? Parece quase impossível discernir a Sua orientação, ouvir e obedecer a Sua voz ou até mesmo orar quando estou muito cansada.

Ao invés de ler a Bíblia ou ir a alguma reunião da igreja, se necessário, durma. Não estou defendendo que devemos deixar de ir a igreja simplesmente porque cochilar domingo a tarde parece mais gostoso, a questão aqui é quando tentamos executar atividades em um estado de exaustão apenas para cumprir uma tarefa para Deus, isso se torna mais prejudicial do que espiritual.  E estar descansado é essencial para preparar seu coração e mente para a adoração.

É uma questão de estilo de vida. Devemos ter espaço suficiente em nossas vidas para satisfazer as necessidades básicas dos nossos corpos, devemos ter um relacionamento com Deus e amar a nossa família e amigos. Mas como podemos fazer os dois últimos sem prestar atenção ao primeiro? Eu estive pensando recentemente na vida de um líder que acabou de aceitar o trabalho em uma igreja.  Suas responsabilidades parecem esmagadoras, vão de acompanhamentos até ensinar na escola dominical e preparar um belo sermão para o domingo a noite.  Ele recebe um dia de folga por semana. E eu me pergunto: como será possível para ele manter seu emprego, seu relacionamento com sua família, cultivar um relacionamento com Deus e descansar o suficiente? Algo naturalmente ficará de fora, e provavelmente será o sono. Afinal, ele parece ser o menos espiritual da lista.

Às vezes eu acho frustrante que a comunidade cristã pode ser tão distante das questões físicas, mesmo se tratando dos nossos próprios corpos. Assim como Deus nos deu limites morais para viver dentro deles e  produzir uma vida pacífica e alegre, também existem limites físicos que devem ser considerados nas nossas escolhas. Embora sejamos seres espirituais que habitam em corpos humanos, formos feitos para funcionar dentro de certos limites, esses que necessitam de um repouso diário para funcionarem corretamente. E fazer isso nos permite amar e servir a Deus mais plenamente.

A próxima vez que você estiver muito cansado, tire uma soneca. Acredite, pode ser uma das coisas mais espirituais que você pode fazer.

Texto traduzido e adaptado por Mari Galindo. Original aqui.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?