Não se preocupe se você não se encaixa

1

Se você frequenta alguma igreja, provavelmente já ouviu centenas de vezes a frase “eu sou templo do espírito santo” ou “o espírito santo habita em mim”, ou até “sou a casa de Deus”. Se esse é o caso, você, assim como eu, acha esses termos meio clichês.

Mas você já parou para pensar no que isso realmente significa? Vamos voltar um pouco para o antigo testamento.

O Templo que lemos no antigo testamento, era onde a presença de Deus se fazia presente aqui na Terra. Era um lugar insano. Imagine um lugar que todos tinham medo de entrar, com cortinas grossas e pesadas que iam do teto ao chão. Não se podia passar dessas cortinas, porque lá ficava o Santo dos Santos.

No Santo dos Santos, a presença de Deus era tão grande, que qualquer um que desse uma espiadinha, morreria diante da Glória de Deus. O único cara que podia entrar deveria ser um sumo sacerdote, que tinha feito tudo certinho durante o ano. Eram amarradas cordas nos pés descalços dos sacerdotes e, caso eles morressem, os que estavam fora puxavam o corpo, por que ninguém podia entrar.

Ali não havia nenhuma luz natural como a do sol, e nenhuma luz artificial, mas a própria Glória de Deus a “Shekinah” iluminava o Lugar Santíssimo. O tabernáculo resolvia o problema de um Deus santo habitando em meio a um povo pecaminoso. As cortinas da tenda serviam como separadores entre Deus e o povo. Isto poupava o povo de uma explosão de Deus que os teria destruído.

Se você leu com cuidado esses detalhes, provavelmente deve estar pensando: WOW, que lugar irado. Mas espere, a melhor parte ainda não chegou.

Três relatos bíblicos descrevem um acontecimento impressionante no momento em que Jesus morreu naquela cruz de madeira.

“E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo”

(Marcos 15:38; compare Mateus 27:51 e Lucas 23:45).

Isso não é uma figura de linguagem, o véu ou a cortina que cobria o Santo dos Santos foi rasgada de cima a baixo. A separação que havia entre a presença de Deus e nós, não existe mais. INCRÍVEL.

“. . . a qual temos por âncora da alma, segura e firme e que penetra além do véu, onde Jesus, como precursor, entrou por nós, tendo-se tornado sumo sacerdote para sempre . . .” (Hebreus 6:19-20)

Jesus foi o sumo sacerdote em nosso lugar e entrou na presença do Pai, tornando desnecessário qualquer sacrífico. O templo representava algo bem maior.

“Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção” (Hebreus 9:11-12).

Ok, não existe mais separação entre Deus e o homem. Hoje, se queremos falar com Deus, só precisamos… falar. Não importa onde estamos, em que situação estamos, ou o quão sujo estamos. Ninguém precisa amarrar uma corda nos nossos pés, não precisamos sacrificar nenhum animal. Só precisamos… falar.

Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os torna filhos por adoção, por meio do qual clamamos: “Aba, Pai”. (Romanos 8:15)

Essa é uma das verdades mais impressionantes e transformadoras que podemos conhecer. Nós recebemos um Espírito. Um Espírito que nos torna filhos, que nos faz clamar por Deus da forma mais íntima que um ser humano pode clamar “Aba, Pai”. Essa era a forma como Jesus chamava por Deus aqui na terra!

Esse Espírito é o mesmo que habitava no Santo dos Santos. Hoje, ele habita em você.

A Bíblia diz que NÓS SOMOS O TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. Isso é surreal, aquela mesma presença de Deus que as pessoas não ousavam se aproximar e não eram dignas, hoje vive em nós, por meio do sacrifício de Deus. Essa presença de Deus em nós mostra o desejo que Deus tem de se relacionar.

Hoje, temos acesso livre ao Pai. Podemos bater um papo com esse Deus que estava no Santo dos Santos. O Espírito Santo de Deus vive em Nós e nos leva a fazer coisas loucas.

“Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente.” ( I Co 2:12)

Você se sente um ponto fora da curva? Um louco nadando contra a correnteza? Eu tenho uma boa notícia. Nós não somos pessoas normais, existe muito mais dentro de nós. Não se preocupe em se encaixar nesse mundo porque, adivinhe, você não é daqui.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?