Empreendedores sociais: o futuro da economia

0

Todos sabemos que a nossa geração vive um caso de amor com o empreendedorismo. Aproximadamente 2/3 dos jovens aspiram ter seus próprios negócios e cerca de 18% são donos de suas próprias empresas.

Mesmo em tempos de crise, o mundo dos negócios tem gerado números extremamente positivos. Neste ano, quase 2/3 (62%) das empresas geridas por jovens empresários relataram aumento das vendas. Ao mesmo tempo, 41% dos proprietários de pequenas empresas aumentaram suas vendas.

Pra nossa geração, isso é mais do que uma casa, dois filhos e um cachorro. Assim como outras gerações, somos idealistas. Porém, o que nos diferencia é que estamos transformando esse idealismo em ação.

Entre no maior movimento de negócios que existe: o empreendedorismo social. Aqui é o lugar onde a inovação, oportunidade e recursos se reúnem para criar uma mudança social, algo que muitos especialistas dizem ser a vanguarda da nova economia. Empreendedores sociais constroem empresas que influenciam a mudança social através de seus processos.

Temos alguns bons exemplos de empresas que tem ajudado a promover transformações sociais e trabalhos positivos.

YUNUS SOCIAL BUSINESS

Atualmente, a Yunus Social Business é uma das maiores referências na área de empreendedorismo social no mundo. Através de seu fundo de investimentos e de sua aceleradora para negócios, a empresa busca desenvolver negócios sociais, oferecendo serviços de consultoria para empresas, ONGs, fundações e governos. Ela também promove o empreendedorismo social nas universidades e realiza palestras/workshops em todo o país.

É importante dar destaque a alguns projetos que grandes empresas tem criado em conjunto com a Yunus:

  1. A Grameen Danone Foods (uma joint-venture entre o Grupo Grameen e a multinacional francesa Danone) foi criada com a missão de combater a desnutrição, utilizando como seu principal produto um iogurte enriquecido com vitaminas e minerais, que, ingerido duas vezes por semana ao longo de um ano, pode tirar uma pessoa da desnutrição.
  2. Social Business BASF Grameen Ltd. (a união entre a BASF e o Grameen Healthcare Trust) foi criado para proporcionar uma proteção contra doenças transmitidas por insetos, por exemplo a malaria, vendendo mosquiteiros a um preço acessível as pessoas pobres em Bangladesh.

VOX CAPITAL

A Vox Capital é uma empresa de capital empreendedor que investe em negócios inovadores e de alto impacto, servindo a população de baixa renda brasileira com soluções que ajudam a melhorar suas vidas. Os investimentos da empresa estão focados em empreendedores que ofertam soluções para problemas reais de saúde, educação e serviços financeiros no Brasil.

Podemos destacar algumas empresas que tem recebido investimentos da Vox Capital para desenvolver seus negócios:

  1. O Saútil é uma empresa que se propõe a conscientizar e informar a população sobre acesso à recursos de saúde no Brasil no sistema público, redes de baixo custo e redes privadas, além de educar e orientar questões de saúde para uma melhor qualidade de vida da população.
  2. A Avante é uma agência de soluções financeiras voltadas para as classes CDE. Sua missão é humanizar os serviços financeiros, através de orientação imparcial e de uma plataforma de produtos e serviços adequados ao perfil e necessidades de cada cliente. Com a parceria da Central Única das Favelas (CUFA) e da F Holding, ela tem a missão de levar empreendedorismo e empregabilidade para comunidades de baixa renda.
  3. A Tamboro oferece uma plataforma de ensino personalizado e adaptativo, de acordo com o currículo, para o Ensino Básico. Parceira da escola na implementação de novas tecnologias, utiliza metodologias de aprendizagem híbrida para uma experiência lúdica, engajadora e repleta de sentido para alunos e professores.

ARTEMISIA

A Artemisia é uma organização sem fins lucrativos, pioneira na disseminação e no fomento de negócios de impacto social no Brasil. Sua missão é inspirar, capacitar e potencializar talentos e empreendedores para criar uma nova geração de negócios que rompam com os padrões precedentes e (re)signifiquem o verdadeiro papel que os negócios podem ter na construção de um país com iguais oportunidades para todos.

Com uma grande lista de empresas que participaram de sua aceleradora de negócios sociais (veja aqui), a Artemisia busca negócios de impacto social que buscam transformar o nosso país.

GEEKIE

A Geekie é uma startup de desenvolvimento de tecnologias educacionais. Seguindo o conceito de ensino adaptativo, a empresa usa tecnologias e ferramentas para personalizar o estudo de acordo com as características individuais de cada aluno, permitindo que os mesmos desenvolvam todo o seu potencial. A empresa busca desafiar e incentivar o aluno de acordo com as suas habilidades, de modo que sua evolução seja constante, e oferecer soluções integradas para escolas, a partir das necessidades dos diretores, professores e alunos.

A empresa vem conquistando números extraordinários: mais de 3 milhões de alunos tem acesso a sua plataforma de ensino adaptativo e mais de 650 escolas tem utilizado sua rede personalizada de ensino. Com todo esse destaque, a empresa tem conquistado grande reconhecimento e prêmios como o IBM SmartCamp (Melhor Startup da America Latina) e Schwab Foundation For Social Entrepeneurship (Prêmio Global de Empreendedorismo Social).

O apelo social dessa geração é evidente. Atualmente, mais de 80% dos jovens estão adotando decisões de compra e recomendações de marca baseadas no bem social que as empresas têm proporcionado. A Deloitte realizou uma pesquisa que mostrou que 77% dos jovens decidem o local que eles querem trabalhar por causa do senso de propósito da empresa.

Muitas pessoas desejam ter um negócio (lucrativo, de preferência) e tratam as questões sociais na esfera da caridade, ou seja, fazendo alguma contribuição financeira ou doando alimentos. O interessante do empreendedorismo social é que ele deixa de ser um paliativo e busca soluções reais para promover igualdade, justiça e dignidade: elementos extremamente presentes nos ensinos de Cristo.

Se você deseja estar por dentro de iniciativas com foco social, vale acompanhar a fanpage do Ideias Solidárias, evento que compartilha e promove projetos que visam impactar o mundo e transformar as comunidades. Para aqueles que querem se aprofundar no conceito de justiça social através da perspectiva cristã, fica a dica do livro Justiça Generosa – A Graça de Deus e a justiça social de Timothy Keller.

O empreendedorismo social busca trazer benefícios e vantagens para todas as pessoas. Por isso, dar um “start” nesse tipo de negócio faz total sentido para nós e para a humanidade.

 

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?