E se fosse hoje?

1

Para ler o texto abaixo é necessário olhar atentamente para essa imagem:

jesusalter

 

 

Fique tranquilo, não é Ele. Mas inquiete-se, poderia ser.

Se essa imagem nos incomoda talvez isso revele uma de nossas maiores dificuldades: A de reconhecer a imagem de Deus em um ser humano que não seja nós mesmos.

Quanto mais ando, ouço e principalmente me vejo e me dou conta de minhas imperfeições crônicas, mass essa notícia me constrange: Deus quis ser gente!

Ele quis tomar a forma mais frágil do Universo. O rei quis ser bebê e usar fraldas. Ele deixou de contar as estrelas para vê-las de baixo. Deixou de desenhar oceanos para conhecer uma lágrima. Deus quis ser gente!

Ele quis ser tudo o que hoje eu não queria ser. Experimentou voluntariamente coisas das quais quero desesperadamente me livrar. Ele amou pessoas que eu queria matar, sendo uma delas eu mesmo. Como pode algo assim? Deus quis ser gente!

Não me espanta a ideia de que seu nascimento ocorresse em nossos dias, Ele teria justamente a cara do vizinho que a gente detesta. Ou de que Ele estivesse no grupinho do qual temos prazer em falar mal. Ou de que Ele parecesse tudo, tudo o que não se parece com o Deus que criamos (velho, branco e de barba). Deus quis ser gente!

E sendo gente, Ele amou a gente.

Diante disso não tenho muito o que fazer. Eu me rendo. Por favor Deus, me ensine a ser eu. Mas não eu, só eu. Eu sendo você. Eu sendo gente como deveria ser.

Fique tranquilo, não é Ele (nem essa e nenhuma das imagens googáveis).
Mas inquiete-se, poderia ser. Deus quis ser gente!

 

Escrito por Betty Mae’Agi

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?