Como uma conferência pode ser mais do que uma conferência

0

A abertura dos Jogos Olímpicos poderia ter sido feita por uma igreja. Por quê? Porque ultimamente as igrejas têm se tornado experts em criação e execução de eventos. São programações internas, externas, temáticas, de pequenas a gigantes produções. Entre elas, as famosas conferências. Toda igreja tem a sua e todos têm a sensação de que não precisamos mais de nenhuma.

Ano passado um amigo meu, pastor de uma igreja em São Paulo, me chamou para um café (bem intencional), e contou que gostaria de criar uma Conferência, a principio para os jovens da igreja e região que ele atua, com o objetivo de equipar os jovens e apoiar a liderança dos ministérios de juventude (ai gente juventude, nem acredito que escrevi isso). Na hora pensei Ual! Mais uma conferência para um público que já tem milhares de conferências.

bored cricket meh boring tv

A medida que ele foi contando a ideia e respondendo pacientemente aos meus questionamentos, fui vendo o real motivo para aquele evento sair do papel.

Eu realmente não acho que uma conferência resolve o problema de uma igreja ou ministério, dois dias não são suficientes para fazer discípulos ou engajar uma comunidade,  mas não fazer nada é muito pior.

Estava diante de uma pessoa que queria tanto fazer algo para motivar, alertar e encorajar as pessoas a sua volta que, ao final, aceitei fazer parte da equipe mesmo não sendo da mesma igreja e tendo outros compromissos.

No decorrer do tempo, reunião após reunião, percebi que os dois grandes dias de evento não são a causa, mas na verdade a consequência de uma série de situações que faz a Conferência Doxa ser muito mais do que mais uma conferência, como essas aqui:

Pessoas bem diferentes trabalhando bem

Diversidade é uma palavra linda na revista, na TV e no Instagram, mas no dia a dia não é assim tão fácil. Trabalhar em uma equipe que pensa diferente e que tem idades, culturas, profissões e gostos completamente diferentes do seus é um baita desafio.

E foi exatamente isso que encontrei na equipe de liderança da Doxa, pela primeira vez me deparei com uma equipe criativa que ia de 19 a 60 anos. E, ao contrário do que eu pensava, foi incrível! Essas pessoas me emprestavam o olhar delas e eu sentia que tinha ganhado anos de experiência sem ganhar uma ruga.

O mais legal, vi pessoas que já estavam há um bom tempo na caminhada cristã e continuavam super engajadas com o reino e a fim de fazer as coisas acontecerem, trazendo diversas soluções para os desafios de grana, espaço e todos os imprevistos característicos desses eventos.

O que você pode aprender com isso?

Crie equipes multidisciplinares. Não importa se o evento é para jovens, envolva pessoas de outras idades, outras igrejas, isso te ajuda a ampliar suas referências e criar uma experiência diferente da que a igreja está acostumada. Leds não criam uma atmosfera melhor do que pessoas engajadas!

Confiar, confiar e confiar

Eram pessoas que nunca haviam trabalhado juntas, cada uma com sua expertise, mas no fim ninguém tinha garantia que a pessoa do lado de fato entregaria toda a demanda que lhe foi confiada, e ai entra a confiança. Acreditar que o que nos une é maior do que as nossas dúvidas e medos e acima de tudo, confiar em Deus, o que muitas vezes esquecemos diante de grandes eventos, mesmo que seja uma evento para Ele.

Tipo, confiar que o painel do palco ficaria pronto em menos de 24horas antes da abertura do evento

doxa

O que você pode aprender com isso?

Se você é o líder da Conferência, seja o primeiro a confiar. A cultura da sua equipe é muito influenciada pelo seu comportamento, não queira fazer tudo sozinho e não coloque tudo de baixo da sua aprovação, você vai cansar muito e comprometer a qualidade do evento.

Dar espaço para novas ideias e pessoas

Eu era totalmente a penetra do grupo, e em nenhum momento me senti deslocada ou ouvi comentários do tipo “ah mais aqui na nossa igreja fazemos assim”. A conferência pedia um tom diferente do que já havia naquela igreja e eles aceitaram. Lembro de ter dito: “para essa conferência ser relevante, ela tem que falar de assuntos que são proibidos no domingo, se não ela vai virar um culto de luxo”.

Foi uma petulância da minha parte, mas eles aceitaram e abraçaram não só a ideia, mas a mim também, me fazendo senti em um ambiente familiar e permitindo que as ideias fluíssem bem melhor.

O que você pode aprender com isso?

Tenha uma proposta clara do porquê esse evento deve existir. Por mais simples que seja, sempre são alocados muitos recursos pra uma conferência acontecer, então peça direcionamento a Deus e olhe com muito carinho a realidade de onde você pretende criar o evento. Não é porque as grandes igrejas fazem conferências que você deve fazer, você é chamado para servir, instruir e fazer discípulos. Grandes eventos devem ser um dos meios para isso e não o centro das suas atividades.

Uma vez que decidir por fazer, seja ousado, se em dois dias você não puder abordar assuntos polêmicos ou que geram dúvidas e conflitos entre o público, então não tem porque fazer, o que os cristãos no Brasil menos precisam é de eventos luxuosos pra ouvir que tudo vai dar certo na vida dele com fundo musical.

Video oficial da Doxa 2016 – a prova que eles realmente aceitaram o tom mais polêmico

E eles abriram tanto espaço que permitiram uma ação exclusiva do nosso blog!

Um palquinho, um cartaz e muito conteúdo

É isso mesmo, no sábado 27/08 o TWHP vai estar na conferência Doxa 2016 😀

Estaremos por lá de duas formas: com um palquinho, no parkfood, onde passarão  a Banda Alternativo, Patrick e Banda 242 e alguns preletores do evento, durante o intervalo da programação oficial. E teremos também a designer Ana Cattini (que já fez uma super capa para o nosso blog) fazendo cartazes manuscritos com a sua frase preferida.

info_blogaovivo

Nossa intenção é levar um pouco da experiência que criamos aqui no blog para um ambiente offline, podendo interagir olho no olho, cantando, conversando, sorrindo juntos e provando de uma fé inteligente.

O que você pode aprender com isso?

Que você pode se envolver em parceiras de forma diferente. Patrocinando atrações, criando interações com o público, enfim,  aproveite o privilégio de ser filho de um Deus criador e estimule a criatividade em todas as áreas do evento, não apenas no palco.

Voltando…

No final, a Conferência Doxa surgiu e teve um impacto tão positivo que agora estamos na segunda edição, vivenciando experiências que jamais poderia imaginar naquele café, vendo mais uma vez como os planos Dele são sempre tão maiores que o nosso, e embora o formato não seja uma revolução, a forma como o Espirito trabalha é sempre única e isso é tudo  <3

Hoje, é o último dia para garantir o ingresso online, para conferir todas as informações (preletores, como chegar, ingresso) é só acessar o site oficial do evento: http://www.conferenciadoxa.com.br

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?