Como alcançar a perfeição?

4

Parece bom demais para ser verdade, né? No post de hoje vamos te ensinar a alcançar a perfeição. 

Você se considera uma pessoa boa? Abre o noticiário e pensa “o que esses bandidos tem na cabeça para matar tanta gente? E essas mães abandonando os filhos? Que absurdo! Essa história de traição não entra na minha cabeça”. Sim, você pode se considerar uma boa pessoa com relação ao restante das pessoas, mas que tal buscar ser uma pessoa completa e totalmente boa com relação ao resto do mundo? Nós temos o segredo.

Em um dos textos mais conhecidos da Bíblia, no sermão do monte, Jesus ensina aos seus seguidores como alcançar essa perfeição:

“Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, e ‘quem matar estará sujeito a julgamento.
Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. E qualquer que disser: ‘Louco! ’, corre o risco de ir para o fogo do inferno.”

(…)

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’.
Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.”

(…)

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’.
Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra.”

(…)

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’.
Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus.”

(…)

“Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso!
E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso!

Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês”.

Mateus 5:13-48

Ufa, se você não fechou essa página e chegou até aqui, parabéns. Ficou frustrado? Decepcionado? Achou difícil demais viver assim?

Não sei vocês, mas no dia a dia eu não tenho o costume de matar as pessoas. A questão é que não faz nem uma hora desde a última vez que eu fiquei irritada e xinguei alguém mentalmente. Jesus não vê diferença alguma entre um pecado e outro. A diferença está nas consequências de ambos. Ele fala sobre diversas situações do nosso cotidiano em contraste com “pecadões” que achamos absurdo.

Se alguém te der um tapa na cara, você vira o rosto ou vai pra cima? Seja sincero.

Jesus ainda termina dizendo para sermos perfeitos como Deus é perfeito. OI? Isso é impossível.

Justamente.

Calma, Jesus sabia bem do que estava falando quando disse essas coisas. Ele não estava sentando em um trono de fogo ardente com um tridente na mão riscando seu nome da lista dele. Se você se sentiu o coração apertado ao ler essas palavras, saiba que com elas, Jesus não estava amarrando um mochila pesada com uma placa escrito “leis” para seu dia a dia ficar ainda mais frustrante e difícil. Ele estava desamarrando o fardo que você já carrega.

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

Mateus 11:28-30

Jesus mostra que por mais que você tente, você nunca conseguirá acertar sozinho. A caminhada com Jesus não tem a ver com uma listinha de coisas que você pode e não pode fazer. A lei nunca foi sobre ela mesma. A lei sempre foi sobre Jesus. A sua vida não é sobre ser uma boa pessoa comparado as outras pessoas. Nossa vida é sobre Jesus.

Pare de tentar alcançar a perfeição. Jesus sabe que você não é perfeito. Ele não quer que você seja. Ele acabou a necessidade que as pessoas tinham de sacrificar animais para que os pecados fossem perdoados e para que você pudesse se conectar com Ele. Ele mesmo fez essa conexão de forma que você parasse de tomar choque com suas conexões imperfeitas e ineficazes. Ele morreu por um simples motivo chamado você. O imperfeito, desastrado e incapaz você.

No livro “Jesus é ___”, Judah Smith fala que se Jesus tivesse um Instagram, o feed dele seria lotado de fotos suas. Os anjos provavelmente olhariam para elas e diriam “mas Senhor, ele(a) é tão esquisitinho(a)” e Jesus provavelmente daria uma risada e diria “Ele pode ser esquisito, mas eu me agrado dele, é meu filho querido”.

Não fique desanimado quando aquele erro continuar persistindo na sua vida e não se afaste de Jesus por causa disso. Seu pecado não é mais importante do que você é para Ele. Quando vivemos focados no pecado e nas nossas boas ações, apenas nos cansamos e não chegamos a lugar nenhum. Quando nos aproximamos de Deus, nos afastamos de nossos pecados. Continue lutando contra eles, mas não lute sozinho.

Pare de tentar buscar ajuda em você mesmo. Olha para o céu, sua ajuda vem de lá.

Sua vida não é sobre você. É sobre ELE.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?