Com a Palavra // Técnico de Iluminação

0

Sabemos muito bem que nem todas as igrejas são “abençoadas” com músicos profissionais ou que no mínimo se dedicam semanalmente em aprimorar o conhecimento acerca do seu instrumento. O mais natural é pastores e líderes contarem com voluntários que, dentro dos seus limites, procuram ajudar no ministério de música. A igreja deve proporcionar e dar oportunidades para seus membros, assim como deve fornecer cursos e incentivá-los a fazerem tudo com excelência.

Existe um exigência muito grande para que o louvor seja bom e agradável, mas nem sempre todos estão dispostos a “pagar o preço” para que isso se torne uma realidade. Foi com base nisso que criamos essa série. Queremos proporcionar e desenvolver o conhecimento sobre os instrumentos mais utilizados nas igrejas, compartilhando dicas, visando o enriquecimento e a melhoria de cada músico. Obviamente que não conseguiremos ser amplos e tão profundos no assunto, mas acreditamos que tudo o que for dito será de grande proveito para você.

Para cada instrumento convidamos um músico que estudou/está estudando com plena capacidade e propriedade para falar sobre o assunto.

Nosso convidado é

Helder Sanches

helder1Helder é formado pelo SENAC –SP  em iluminação para Cinema, TV e Vídeo. Foi coordenador técnico da Igreja Batista Memorial de São Paulo por 10 anos e hoje trabalha em eventos corporativos como Diretor de TV, Iluminador e especialista em operação/ programação dos Consoles Grand MA2. É casado com a Patrícia e tem dois filhos, Luiz Otávio com 4 anos e o Bernardo que vai chegar em abril.

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Iluminação Cênica e Ambiente de Adoração (Projeto).

“No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas”. Gênesis 1:1-4

Todos conhecem o texto acima…O início de tudo… Este texto explica quase todos os fundamentos da iluminação. Se não existe Luz não existe imagem, não existe nada a ser reportado. A luz é o que define as formas, objetos, pessoas, etc.

Desde pequenos faço parte de igrejas cristãs evangélicas e sempre via a preocupação com o Som da igreja (apenas o som). Quando alcancei a maturidade aos 15 anos kkkk (hoje tenho 40), fiz a minha primeira incursão ao universo da iluminação. Fizemos um Musical chamado “A Promessa”. Para a época era a Broadway na Igreja, foi tenso. Foi feito o projeto pelos irmãos Grillo e eu fui como assistente. Fomos a famosa rua Santa Ifigênia aqui em São Paulo (Conhecida rua de produtos de iluminação e áudio), munidos em pouco dinheiro compramos os equipamentos. Passávamos as madrugadas montando todo o Set de Luz e fizemos os primeiros ensaios. Ali me apaixonei pelo negócio e desde então viajo na velocidade da Luz (rsrs).

Com a tecnologia que temos hoje, ainda não tão acessível, conseguimos auxiliar muito as igrejas e seus ambientes de adoração. Uma luz bem equilibrada e afinada ajuda bastante na comunicação da Palavra. De equipamentos convencionais (dimmer), até equipamentos inteligentes (fixtures), quando bem posicionados desenham um lindo quadro, diminuindo assim os ruídos externos.

Lógico que existem ainda muitas pessoas que não entendem, ou que se escandalizam com o fato do ambiente de adoração de hoje ser bem diferente do que era no passado, por isso todo cuidado é pouco.

Siga alguns passos:

  • Estude bastante antes de propor qualquer alteração
  • Converse muito com a liderança da Igreja antes de iniciar qualquer projeto
  • Analise os prós e contras do projeto
  • Procure ferramentas 3D para mostrar a liderança o projeto final
  • Parta sempre da escolha do console, em seguida os equipamentos (muitas vezes pensamos no produto final, mas esquecemos do cérebro de tudo) – Invista sempre em um bom console.
  • Contrate Profissionais e não Aventureiros (Energia é perigoso)

Iluminação nas Igrejas

Sem dúvida que a tecnologia está muito presente nos nossos cultos e eventos. Antigamente era apenas o zelador que chegava, acendia a luz e 20 minutos antes chegavam os voluntários do som (eram as pessoas mais amadas e odiadas da igreja).

Hoje, em algumas igrejas, a técnica tem uma participação muito efetiva na condução e decisões nos cultos e eventos.

Um som bem captado, um enquadramento de câmera bem feito e uma luz afinada faz com quem o ambiente de adoração se torne eficaz na propagação da Palavra.

Como sou iluminador e diretor de TV vou me prender na fotografia (Luz) dos cultos.

Sempre comece um planejamento com bons equipamentos. Pense fatores como… luminância (quantidade de luz emitida) e economia de energia.

Equipamentos

PAR LED RGBWA – (VERMELHO, VERDE, AZUL, BRANCO E AMBAR) – A mistura nessas cores conseguimos uma gama incrível de cores com uma boa luminância. Procures leds acima de 5 W de potencia. Outra coisa é a  emissão de ruído, procure equipamentos com dissipadores de calor e não cooler. Sugestão: Chauvet Lighting // Cameolight 

Moving Head LED – Já existem no mercado vários equipamentos que trabalham com LED em vez de lâmpadas incandescentes ou de arco voltaico. Outra facilidade que devemos ver num equipamento e sua disponibilidade e sistema de cores.; procure sempre equipamentos CMY (Cian, Magenta e Amarelo). Com isso teremos uma gama grande cores com uma transição suave. Muito cuidado com a programação do Movings, saiba o ambiente que precisa ser criado. Pense no moving como uma luz e foco móvel, não um diodo varrido girando sem controle.Sugestão: Martin // Chauvet Lighting 

Elipsoidal: Esse não tem como fugir de uma lâmpada incansdecente, existem equipamentos em LED (Robert Juliat), mas inda muito… muito… caros! Sua luz é bem definida e recortada. Ótimo para foco principal (Púlpito, Piano, Solista…) Sugestão: Etc Connect 

Consoles: Existe uma infinidade deles! Procurem  sempre mesas digitais com protocolo DMX 512. Fuja de mesas analógicas. Sou operador e programador de consoles GrandMA2, são consoles de alto valor, mas se for ver com relação ao custo x benefício ele se torna barato!Sugestão: Malighting // Avolites //  Martin 

Com cabeamento e energia bem distribuída e dimensionada contam muito a favor de um bom projeto.

Cursos

Existem cursos bem legais no mercado de iluminação no mercado: Senac

Existem cursos e seminários gratuitos também sobre MA: Ibits

Cadastre seu email e eles mandam convites sobre apresentação e curso básicos dos consoles Grand MA2.

Espero ter colaborado de uma maneira clara com o meu conhecimento. Me coloco a disposição para eventuais dúvidas e até mesmo na elaboração de projetos. Em tudo o que fizeram façam com excelência.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?