A incrível sabedoria do homem que desafiou Hitler

0

Inicialmente, os pais de Dietrich Bonhoeffer desencorajaram-no de estudar teologia. A família Bonhoeffer era de classe média alta na Alemanha feita por cientistas e médicos, então ir para o ministério não era uma profissão adequada para o sexto filho deles. É um bom pensamento para a igreja moderna que Bonhoeffer era determinado na causa dele. Não há dúvidas de que ele é um dos teólogos de maior influência do século 20.

Os pensamentos de Bonhoeffer são poderosos em si mesmos, mas ainda mais se contextualizados em suas circunstâncias. Como pastor na Alemanha na era entre as duas Guerras Mundiais, ele viu de primeira mão as mudanças sutis da igreja alemã e a consciência dos alemães.

Muitas atitudes de Bonhoeffer parecem sem noção quando observadas de uma forma objetiva. Ele se separou da igreja alemã para formar a Confessing Church (a igreja da confissão), ele se envolveu em um esquema de assassinato (contra o Hitler), ele retornou à Alemanha vindo de toda segurança dos EUA logo depois de a guerra atingir o seu pior. Mas coloque tudo isso junto, revelará a história de um homem de grande convicção, de alguém que estava afim de ir contra a norma e passar por sofrimento pelo seu povo e pelo Deus que ele estava comprometido em seguir. Ele foi um homem que, ao fim de sua vida, realmente entendeu o custo da disciplina que ele tanto escreveu sobre.

Em 9 de abril de 1945, Bonhoeffer foi assassinado em um campo de concentração – apenas alguns meses após seu 39º aniversário. Mas seu legado permanece. Ainda hoje, 71 anos após sua morte, a vida de Bonhoeffer é um desafio a todos nós seguirmos justiça ainda que ela não seja popular, a cuidarmos e defendermos os perseguidos e seguirmos impecavelmente a liderança de Deus.

Ele teve tanta sabedoria a compartilhar – seus inúmeros livros não são os mais fáceis de se ler, mas todos valem a pena a leitura por completo – mas, por agora, seguem 12 de suas frases que certamente darão alimento aos seus pensamentos:

 

1. Sobre silêncio

“Silêncio na face do mal é em si mesmo maldade: Deus não nos manterá sem culpa. Não falar é falar. Não agir é agir.”

2. Sobre julgar outros

“Julgar os outros nos torna cegos, onde o amor está iluminando. Ao julgarmos os outros ficamos cegos para o nosso próprio mal e para a graça que outros têm tanto direito como nós temos.”

3. Sobre gratidão

“Na vida normal nós dificilmente percebemos o quanto mais recebemos do que damos, e a vida não pode ser rica sem gratidão. É tão fácil superestimar a importância de nossos próprios feitos comparados aos que devemos em ajuda aos outros.”

4. Sobre injustiça

“Nós não servimos apenas para fazer curativos sobre as feridas de vítimas da roda da injustiça, nós servimos para direcionar um dito/discurso/pensamento sobre a própria roda.”

5. Sobre defender a Bíblia

“Não tente fazer a Bíblia ser relevante. Sua relevância é evidente. Não defenda a Palavra de Deus, mas testemunhe dela. Creia nela. É um navio carregado até os limites de sua capacidade.”

6. Sobre moralidade real.

“O teste final de uma sociedade moral é o tipo de palavra que deixaram para suas crianças.”

7. Sobre espiritualidade.

“Quando tudo é dito e feito, a vida de fé não é nada senão uma luta sem fim do espírito com todo seu arsenal contra a carne.”

8. Sobre camaradagem.

“O primeiro serviço que alguém deve aos outros na camaradagem consiste em ouvi-los. Da mesma forma em que o amor de Deus inicia com ouvir a sua palavra, o início do amor pelos nossos irmãos e irmãs é aprender a ouvi-los.”

9. Sobre prova de Deus.

“Um Deus que deixasse provarmos a sua existência seria um ídolo.”

10. Sobre paz.

“Não há caminho para a paz ao longo do caminho da segurança. Para que haja paz deve se ousar, ela própria é o grande risco e nunca pode estar segura. A paz é o oposto de segurança. Exigir garantias é querer proteger-se. Paz significa doar-se totalmente ao mandamento de Deus, querendo nenhuma segurança, mas com fé e obediência deixando o destino das nações nas mãos do Deus Todo Poderoso, não tentando dirigi-lo para fins egoístas. Batalhas são vencidas, não com armas, mas com Deus. Elas são ganhas quando o caminho leva à cruz.”

11. Sobre o amor de Deus.

“Deus não ama uma pessoa ideal, mas seres humanos assim como nós somos, e não um mundo ideal, mas o mundo real.”

12. Sobre a vontade de Deus.

“Ser cristão é menos sobre cautelosamente evitar o pecado e mais sobre corajosamente e ativamente fazer a vontade de Deus.”

 

 

 

 

 

Texto traduzido por Gabriel Rocha Melo. Original aqui.

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?