9 Igrejas Diferentonas

33

Leia aqui se você é cristão e frequenta alguma igreja:

Antes de ir direto ao ponto, preciso esclarecer (deixar claro mesmo) que o “diferentona” nesse post não significa certa ou errada, chata ou legal, melhor ou pior, sagrada ou profana. Significa que são igrejas com formatos, abordagens e linguagem diferentes das igrejas tradicionais. E só.

Infelizmente é muito comum no nosso meio o irmão falar mal de irmão, igreja criticar outra igreja… esse comportamento por si só já é ridículo, ainda mais quando temos a missão de pregar sobre o amor, graça e perdão de Jesus e entender que todos fazemos parte do Corpo de Cristo. Já somos perseguidos pelo mundo e ainda ficamos de mimimi entre bancos e púlpitos.

Caso “não curta” alguma das igrejas abaixo, antes de deixar sua opinião nos comentários, ore a Deus e peça uma dose a mais de discernimento e amor. Lembre-se também que Paulo sabia das dificuldades da convivência entre os irmãos e por isso pediu para nós suportarmos uns aos outros. Então, se não consegue aceitar e amar, pelo menos suporte em obediência a Bíblia. Pois exortação sem amor é grosseria.

 

Leia aqui se você não frenquenta igreja evangélica:

Talvez ao ouvir a palavra igreja um repúdio salta no seu coração e automaticamente imagens de pessoas rodando, gritando aleluia, pedindo dinheiro e fazendo rituais estranhos venham a sua mente. Isso significa que você não conhece a realidade da igreja e sim um programa televisivo que espremeu a fé pra caber em uma tela de LCD.

Se já te convidaram para ir a uma igreja é natural sua cabeça levantar uma série de perguntas um tanto quanto irônicas, algumas nós listamos e respondemos no post Perguntas frequentes que você faz na sua cabeça quando te convidam para ir a Igreja. O que gostaria que você considerasse além das nossas respostas, é que existem igrejas muito diferentes dentro do contexto cristão então não tome uma como o todo, ok?

 


Agora começa o post:

A maioria das igrejas listadas aqui fazem parte do conceito de igrejas emergentes, movimento cristão onde as pessoas buscam viver sua fé em um contexto social pós-moderno e tem como principal marca a propagação do evangelho dentro das diferentes culturas urbanas, e para isso utilizam bastante ferramentas de comunicação, design, tecnologia e inovação.

Muitas foram influenciadas por igrejas internacionais, principalmente pela Hillsong Church (que vai abrir esse ano em SP!!) e pela Bethel Church. A principio elas começam como base missionária para conversar com um determinado público, até se instalarem em um ponto fixo e se estabelecerem como igrejas ou comunidades.

É importante dizer que igreja emergente não tem nada a ver com igreja herege, a igreja herege não é aquela que muda o formato do culto, mas aquela que diz em nome de Deus algo que Ele nunca disse. E isso pode existir tanto em uma igreja super descolada, quanto em uma igreja super tradicional.  Por isso é muito importante estudar a Bíblia e ter o discernimento do Espírito para fazer parte de uma igreja que mais do que te agradar, agrade a Deus e cumpra com o papel de ser Corpo de Cristo nesse mundo.

Pra você que nunca foi em uma igreja evangélica, ou já foi em alguma que não tinha nada a ver com você, ou abomina as igrejas que vê na televisão, saiba que as igrejas evangélicas são beeeemm diferentes uma das outras, até as que pertecem a mesma denominação (Assembléia de Deus, Batista, Metodista, Presbiteriana…). Aqui vão algumas que talvez você se sinta mais a vontade. Afinal o que deve te confrontar é a Palavra, não os olhares alheios..

 

1. Projeto 242

 

Obviamente não é fechada para um público específico, mas a maioria dos membros são mais alternativos. A pregação segue a linha tradicional calvinista e protestante. A maior parte da pregação é bem contextualizda e é comum o pastor citar U2 no meio da mensagem. Não gritam aleluia e glória a Deus durante o culto. Eles realizam trabalhos sociais diariamente na comunidade local através dos missionários que se dedicam em tempo integral e residem na casa missionária do Projeto 242. Foram uma das primeiras igrejas evangélicas a fazerem trabalho de integração social com os refugiados sírios em São Paulo.

Pastor titular: Sandro Baggio 

Quem são por eles mesmos: “Uma comunidade de pessoas unidas por valores, propósitos e ideais. Acreditamos na democratização da arte e da cultura e na relevância da espiritualidade. Sonhamos e trabalhamos por um mundo melhor, onde haja justiça social, onde todos tem o que necessitam, onde a natureza seja tratada com respeito e onde aprendamos a amar uns aos outros. Nossos sonhos e atividades são inspirados na pessoa de Jesus e alimentados por nossa fé nele.”

Onde fica? Rua da Gloria 900, Liberdade – São Paulo, SP.

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

 

2. Brasa Church

Uma igreja jovem, descolada e com bastante hypsters. Realmente empolga ver tanto jovem envolvido nas atividades da igreja e buscando fazer o melhor nas áreas que a Brasa oferece para voluntariado. É uma igreja bem focada em visitantes, por isso termos mais teológicos não fazem parte da linguagem. As pregações são breves e dinâmicas, bastante focadas em aplicações práticas da realidade jovem. Entre os extremos, tradicional e pentecostal, eles estão no meio termo e trazem convidados de diversas denominações.

Pastor titular: Maurício Martins

Quem são por eles mesmos: “Somos um grupo de pessoas comuns, do tipo que procura uma causa pela qual valha a pena entregar nossa vida. Encontramos a nossa: JESUS!”

Onde fica? Av. Carlos Barbosa, nº 80, Azenha – Porto Alegre, RS

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

3. Igreja Monte Sião

Uma palavra que define essa igreja é: Avivalismo! Eles são a nova geração dos pentecostais. As pregações são empolgantes e com frases reflexivas no meio. É comum terem pregadores americanos, principalmente vindo de mega igrejas dos EUA. Tem passado por um acelerado crescimento, muito impulsionado pelo movimento Dunamis que surgiu nessa igreja, movimento de evangelismo universitário. Existem pessoas de todas as idades participando dos cultos, mas a maioria são jovens, geração X e Y da classe média-alta.O louvor é de arrepiar, é impossível não se envolver e cantar junto. A galera é bem descolada e é comum ver pessoas orando deitadas no chão, chorando, falando em línguas. Por serem avivalistas eles são bem focados em questões sobrenaturais, então é comum pessoas irem até lá buscando cura ou uma manifestação espiritual. Se você não nunca foi em uma igreja, talvez ache um pouco estranho, mas vale a pena conhecer.

Pastor titular: Teófilo Hayashi

Quem são por eles mesmos: “Monte Sião”, inspirado no Salmo 48,  é o nome que se refere a um lugar da habitação de Deus, um lugar de alegria, onde adoração e louvores a Deus fluem com liberdade do Espírito Santo. “Não por força, nem pela violência, mas pelo Espírito Santo” (Zc 4:6) é o lema desta Igreja.”

Onde fica? Rua Liberato Carvalho Leite, 86, Vila Suzana – São Paulo, SP

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

4. Bola de Neve

A Bola de Neve foi pioneira nos novos formatos de igreja. Focada no público jovem ligado a esportes radicais, nasceu com um estilo e linguajar bem característico pra se comunicar com esse publico, do púlpito em forma de prancha até as gírias comuns durante as pregações pentecostais. O fato de existirem diversas igrejas da Bola de Neve espalhadas por aí é porque eles tem um foco bem grande em missões e principalmente em plantações de igrejas. O clima descolado é muitas vezes visto como bagunçado, mas esconde uma igreja estruturada e hierarquizada, que exerce padrões bem tradicionais ligados a namoro, sexualidade e compromisso com Deus. Incentivam bastante o jejum e o processo para fazer parte da igreja e servir em algum ministério chega a ser longo e demorado. Eles também incentivam bastante reuniões em células, ou sejas, em casas e pequenos grupos para que você tenha um acompanhamento rotineiro da caminhada com Cristo.

Pastor titular: Apóstolo Rina

Quem são por eles mesmos: “Plantar o maior número de Igrejas com a melhor qualidade possível, no menor tempo possível, gerando homens e mulheres conforme a imagem e semelhança de Cristo.”

Onde fica? Sede: Rua Clélia, 1517 – Lapa São Paulo – SP

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

5. Crash Church

crash chruch

Uma igreja bem underground! Totalmente voltada ao público rock in roll, metal e punk. Tem como missão alcançar pessoas que tem esse estilo de vida. A principal ferramenta de evangelização são os shows gratuitos, apenas pedem doações de alimentos ou produtos de higiene que servem para doações em albergues feitas por outro ministério da igreja. Ao final dos shows, eles distribuem artigos e materiais com conteúdo cristão, além de um momento para desabafo e conversa entre as pessoas. Tem uma rotina regular como as demais igrejas, com cultos dominicais, ceia, corpo pastoral…. Ah, e o louvor é bem paulera!

Pastor titular: Pr. Batista

Quem são por eles mesmos: “A Crash Church é um grupo cristão que tem como objetivo levar uma mensagem de esperança às pessoas nestes dias tão conturbados. Principalmente aqueles que são rejeitados em outras igrejas, pela sociedade e até pela família devido ao seu gosto musical, as roupas que usam ou por terem tatuagens e piercings”

Onde fica? Rua Marquês de Olinda, 48 – Alto do Ipiranga, SP

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

6. Ibab

A IBAB é uma igreja grande, tanto em estrutura quanto na quantidade de membros. Vem de uma denominação tradicional Batista, mas ao longo dos tempos tem se adaptado bastante ao cenário contemporâneo. Muito caracterizada por ações e projetos sociais e pelo polêmico pastor Ed Renê, aquele tipo de pastor que ou você ama ou não, mas todos concordam em relação a sua inteligência e boa comunicação. É comum a igreja receber escritores, políticos, empresários, mesmo que não sejam cristãos, para debaterem assuntos que estão em alta na sociedade. A faixa etária é diversa, possui ministérios para todas as idades. Em relação aos rituais de culto, ela segue bem a linha Batista, mais conservadora, sem grandes euforias.

Pastor titular: Ed Renê Kivtz

Quem são por eles mesmos: “A IBAB quer ser um sinal histórico do reino de Deus. Cremos que o ministério da Igreja é extensão do ministério terreno de Jesus: “assim como o Pai me enviou ao mundo, eu também vos envio” (João 17:18; 20:21). Nesse caso, cremos que Jesus inaugurou o reino de Deus, isto é, começou a trazer de volta todo o Universo criado para o controle de fato e de direito de Deus.”

Onde fica? R. Gustav Willi Borghoff, 480 – Barra Funda – São Paulo

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

7. Comunidade da Villa

O ambiente da Comunidade da Villa lembra o Projeto 242, porém o estilo dos membros é mais parecido com a IBAB. É uma igreja de origem Presbiteriana que busca ser relevante para o contexto de vida de uma cidade grande. Com um espaço inaugurado a pouco tempo em Pinheiros, é caracterizada pela busca ao ensino bíblico constante. A maioria dos cultos tem a pregação do pastor Marcos Botelho, já conhecido no meio cristão por ser o organizador do Festival Rock no Vale e do Jovens da Verdade. Quem assume o louvor é o músico Paulo Nazareth, vocalista da banda Crombie. O clima da igreja é bem tranquilo, os cultos são curtos e a faixa etária dos membros é de 25-40 anos.

Pastor titular: Marcos Botelho

Quem são por eles mesmos: “Somos uma comunidade cristã acolhedora e conectada com a cultura contemporânea, que vive e compartilha os ensinamentos de Jesus, inspirando pessoas a amar a Deus e ao próximo.”

Onde fica? Av. Pedroso De Moraes, 631 – Conj. 112 Pinheiros, São Paulo

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

8. Igreja United

united

Não é a Igreja da banda Hillsong United, embora seja bem claro as referências estrangeiras. A igreja carioca foi fundada pelo casal americano Joshua e Hannah Adams. É uma igreja bem jovem e descolada, que incentiva bastante o voluntariado nos diversos ministérios da igreja. A comunicação e o design estão presentes em quase todas as ações deles. Eles também promovem ações de auxilio a comunidade através do voluntariado. O louvor é geralmente é o ápice do culto. Durante a semana os membros podem participar dos grupos de conexão, que são pequenos grupos formados para estudar a bíblia e estreitar o relacionamento entre os membros.

Pastor titular:  Joshua Adams

Quem são por eles mesmos: “Nossa paixão é a igreja local em um nível global. Nosso foco, onde quer que a presença da nossa igreja seja conhecida, é ganhar os perdidos, construir a igreja e empoderar as pessoas em suas vidas todos os dias com o Evangelho de Jesus Cristo.”

Onde fica? Rua Barão de Mesquita 736, Rio de Janeiro, RJ

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

9. Igreja no Cinema


É isso mesmo, você não leu errado. Existe uma Igreja no Cinema. Essa ideia vem de Curitiba, Sul do nosso Brasil com uma proposta de tornar a igreja mais relevante no contexto em que está. Acredite, tem crente que pensa que cinema é do Diabo e por isso condena tudo o que vem de lá e obviamente não se relaciona com essa arte que brota da cultura. A INC busca então mostrar que a igreja não precisa ficar limitada a um espaço específico que seja mais santo do que outros, proclamando o Reino de Deus de maneira contemporânea em reuniões que expressam o amor e a presença de Deus. Além dos cultos no cimena, a galera se reune toda semana em encontros que eles chamam de HUB’s – uma igreja doméstica. É uma igreja com uma pegada mais jovem e louvor estilo Hillsong United.

Pastor titular: Karl Dietz

Quem são por eles mesmos: “Nosso desejo é ver (SER) nossa geração manifestando o reino de Deus na sociedade, não queremos tirar as pessoas de um mundo, onde o próprio Deus os chamou a existência, mas queremos sim, levar JESUS até o mundo, em diversas nações.”

Onde fica? Campus Shopping Jardim das Américas – Cineplus , Sala 6 – Curitiba e Campus Shopping Iguatemi – Cinesystem – Sala 5, Florianópolis.

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

 

Conhece mais alguma? Manda pra gente! 😀

 

O post original encerra aqui.


 

O canal ficou aberto para vocês enviarem mais igrejas e….vocês mandaram!! Woooow!

E bem, entre as igrejas citadas, a mais pedida foi a Onda Dura, e realmente faz todo sentido ela estar aqui. Muito obrigada leitores 🙂

10. Onda Dura

onda dura

“Tão igreja que nem parece uma.” Esse é o lema da igreja Onda Dura, com sede em Joinville (SC). Surgiu como um movimento dentro da Comunidade Cristã Siloé, uma igreja pentecostal de Joinville. Hoje já ganhou o status de igreja, com cerca de 4.000 jovens com faixa etária de 20 e poucos anos. O louvor inclui músicas do Coldplay, Chico Buarque e Jota Quest.

O objetivo é quebrar aquele “tabu” que as pessoas têm de igrejas evangélicas com uma listinha de coisas que pode e não se pode fazer, o tema é amor, o amor louco de Jesus. Através do amor, os jovens dessa igreja buscam alcançar o jovem contemporâneo, com tatuagens, piercings e com o amor ao surfe em comum. Ao abandonar o tradicionalismo, a Onda conquistou gays e usuários de drogas. As pregações são contextualizadas, geralmente organizadas em séries, regadas de arte (gráfica, teatral, cenário) para reforçar a mensagem principal.

Pastor Titular: Filipe Falcão Palhares Duque, mais conhecido como Lipão

Quem são de acordo com eles:  “Acreditamos na causa de Cristo, acreditamos na igreja como um organismo vivo, formado por diferenças, de maneira coletiva. Aliás, uma igreja de verdade, feita por pessoas que não se ausentam dos erros, mas que amam o próximo o suficiente para consertá-los. À medida em que o tempo passa, estamos fazendo histórias que ficam e edificam. Histórias que ainda vão acontecer. Algumas podem ser feitas por você, que talvez ainda não viu o seu sentido, mas que encontra aqui aquele que transforma todas as coisas: Jesus.”

Onde fica? Sede: Rua: Aubé, Bairro: Boa Vista n°895 – Joinville [UPDATE em 12/08/2016]

Quer saber mais? Acesse o Face ou o site.

 

 

Em breve faremos outras publicações envolvendo outras igrejas. Muito obrigada pelo carinho e colaboração. <3

No more articles
Fé inteligente todo mês na sua caixa de entrada?